Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

24
Out12

Nós já tivemos vários D. Sebastiões

Sara Oriana

Falta-me poetas e inspirações

O tempo faz-me sentir vazia

O mundo arde em emoções

E eu aqui fico, pasma e esquecida

 

Já não me revolto, não por falta de razões

Mas por razões a mais

Os altos perdem-se em perdões

Os baixos perdem as razões

 

Eu paro olho e calo, e eu que aclamava

O meu silencio, apesar de tudo não diz nada

Apenas observo, oiço as palavras soltas

E eu, a revoltada, fico pasmada

 

Anos de gente cega, e agora

Gente cega com a mania que vê

Preferia os zombies, aos agentes da revolta

Tal qual marionetas, o resto já se prevê

 

Que Deus nos salve do que está para vir

Heróis neste mundo, têm dois nomes

A memória partiu, fruto dos interesses

E eu que relembro, vejo tudo a cair

 

Nós já tivemos vários D. Sebastiões

Heróis da morte ou da cegueira

Quem tanto procura no meio do nevoeiro

Acaba por nem ver quem aclama com tanta fervura...

 

 

05
Out07

A minha masmorra

Sara Oriana
De tanto pensar e de tanto julgar
Acabei por me perder nesta masmorra
Até me impedi de sonhar
E ao tentar pôr, cada vez mais, os pés na terra
Acabei caindo num poço

Poço não, calaboço
Porque os poços têm saida
Neste , construi-o e meti-me cá dentro
E neste plano perfeito
Fiquei perdida.

Agora pereço porque o sol não brilha
Agora arrefeço, e apodreço
O meu coração congela,
E quanto mais me tento impedir de errar
Mais o faço, sem cessar

Ediondo caracter, este que criei
Nem me reconheço!
Mas agora jámais o repetirei
Pois o que não me esquecerei, é este preço
O preço que tive de pagar
Por tentar me controlar

Mas agora porei, por fim, uns pontos nos "i"s
Pois agora, partirei as ridiculas barreiras
Eu sou bem mais forte que elas
E conquistarei, por fim, o que sempre quis
Sem regras e longe da convenção
Viver, muito para além da razão.
24
Set07

Batalha

Sara Oriana

Mais uma vez me encontro sozinha

Mais uma vez tenho um exercito para vencer

Mas ninguém me há de derrotar, por mais pequenina

Pois agora a unica coisa que tenho a perder

É aquilo que jamais deixarei perecer

 

Que me zombem as carcaças

Essas que eu deixei apodrecer

Pois alcançaram a paz por entre muitas desgraças

E eu aqui estou a sangrar e a sofrer

 

Mas não se enganem, pois é necessario lutar para vencer

E não existe sequer opção de vir a morrer

Por isso que me saiam as tripas, meus caros

Porque para me matar será necessário muito mais

 

Agora, para mim, já não existe dor demais

Agora, apenas meros maus bocados

Pois sou bem melhor do que qualquer parvoeira sentimental

Que ridiculo, julgar-me caida por algo que me correu mal

 

E logo eu, que ainda ei de bater mais vezes com os cornos no chão

Quero lá saber, agora nem sei se tenho coração

E a verdade é que nem me interessa

Quero mais é que ele se desvaneça!

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D