Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

17
Jul08

Desespero

Sara Oriana

Caminho... Caminho... Caminho...

Num mar de branco! De nada!

Quero de volta o teu carinho

Quero voltar a ser, por ti, amada

Mas o vento te levou...

 

E sei que não há volta

E por isso estou quase morta...

 

Quero tanto chorar... Enterrar-me... Morrer

Mas não o quero mesmo... quero voltar a sorrir

E no momento em que sei que tudo foi

Mais me sinto desvanecer...

Sinto-me cair...

 

E quero voltar a subir o poço

Mas sem ao fundo ter chegado

Quero ser mais que um esboço

Quero a cor do meu lado

 

Mas nada está ali, sou eu sozinha

Eu... e tão pequenina...

 

Já não existes, eu sei, já não existes na minha vida

Mas quero que te vás embora de dentro de mim também

Não me quero mais sentir perdida!

Por favor, vai-te por fim...

22
Mar08

Cega luta

Sara Oriana

Encontro-me sem saber para onde olhar,

Sabendo de antemão que tenho de lutar

O pior é que nem sei contra quê....

 

A minha determinação, espada leal

Desfaz-se na minha mão,

A minha segurança, escudo colosal

É levada pelo vento

E tu feres-me letalmente o coração

Cegamente...

 

Sinto-me impotente contra o mundo

E sento-me e faço a maior birra

 

Quero-te aqui, por um pouco

Que me abraces e leves para longe

Longe da tormenta que me consome

Que me consome não, que me devora

Que rasga tudo o que é pele e osso

Porque me recuso a voltar ao fundo do poço

 

E tu estás ai... porque olhas para longe? Eu estou aqui!

Estou a teu lado e vejo-te tão distante

Com mil e uma preocupações, e eu, apenas olho para ti...

Sempre há espera do meu momento, um instante

Rezando para que me voltes a ver

Porque, para esse outro mundo, não te quero perder...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D