Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

12
Jun08

Rapunzel

Sara Oriana

Cá ando eu, falando de areia e pedras,

De desertos em que nunca estive

Da solidão que sinto e de onde me saem as palavras

Dizendo que não sei rir, mas rindo-me do mundo...

 

Pobre criança mimada, pobre criança que nunca o foi,

Pobre da criança que pouco correu pelas ruas,

Que nunca se magoou nunca caio, pobre da criança...

Que viveu por entre palácios de cristal e tabus constantes

Em que nada mais existia para além de princesas em torres

Sereias e também guerreiras, sozinhas, lutando apenas lutando...

 

Quem me julga por não me habituar nunca à realidade?

Quem me julga por ser assim, melancólica, vazia?

Quem me julga por me rir de tudo, todos e de mim?

Quem me julga por não sentir saudade

Quem me julga por ser assim?

 

Ninguém porque não há ninguém que o veja,

Porque também não há quem seja mais feliz

Porque eu nunca soube o que é ter paz e ser petiz

E a minha força, há muita gente que a deseja,

Porque nunca aprendeu a ser um todo, ser sozinha

 

E eu o sou, todos os dias e cada vez mais

Vivo na consciência que o mundo vive cego,

Ninguém vê nada para além de batalhas ganhas

Ninguém aprendeu a cair, a enfrentar o perigo

Apenas a aclamar façanhas

 

E eu? Eu sou Rapunzel observando da minha torre

Esperando, o nada que há de vir,

Vivo sonhando, Vivo amando o que o meu olhar acolhe,

Esperando um dia, partir.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D