Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

30
Jan08

O trio

Sara Oriana
Que seria de mim....
Que seria de mim sim!
Não sei, valha-me, não sei...
Que seria de mim se o quê?
Não me lembro... não, não me lembro
Mas afinal de que me quero eu lembrar?
Só eu sobro, eu a consciencia
Ou a inconciencia...
Ai de mim, acudam-me!
Acordem! Acordem que eu perco-me!
Tenho um caminho recto á minha frente!
E se está lá alguma pedra? Ou uma encruzilhada?
Valha-me nossa! Ai ai... que trapalhada!

Oh minha nossa! Que disparate!
Nem vale a pena dar atenção
Morre! Enterra-te!

A união faz a força!
Têm esperança, tudo se resolverá
Lutando lá chegaremos, de espada em punho
Andando e Lutando pelo sonho!

Outra, olha para as tuas mãos, todas calejadas...
Guarda a espada, ela está só a tempestuar sem razão
Que grande disparate... Mas vocês não estão cansadas?

Cansadas? Claro, já viste, nada, Nada me corre bem
O mundo abandonou-me olha para mim...

Irmã! Não sofras que lutaremos em conjunto!
Eu respeito o teu sentimento
Percebo a tua ansia, o teu desespero...

Ai mãe!
Serei a única que usa o cérebro?
Uma só pensa em esquartejar
A outra ou chora ou não para de rir...
Deixem-me mas é dormir!

Eu não tenho cérebro? Eu sou burra?
E se sou mesmo? E agora?
Ai irmã não te vás embora!
Dizes essas coisas e viras costas!
Que sorte a minha.... que sorte a minha!

Irmã, sente o vento, e o friu
Deixa, porque ela já partiu
Desfruta, do vento que te acalmará...
E tudo isso desaparecerá...

Mas que raio tu! Parece que nada te atinge!
Ninguém me percebe sou uma imcompreendida...
É tudo fingido, o mundo me finge!
Ai, estou perdida!
Eu estou viva percebes! Viva!
Não sou uma snob arrogante
Nem uma guerreira amante do vento!
Eu sinto tudo ao máximo, a tua paz é horrivel para mim!
Jamais seria feliz assim!
É o que sou! Bela e explosiva...

Então já lhe passou?

Está a divagar sobre o seu eu...
O que a faz feliz, o que lhe dá força...

Típico... Tens ai a tua moca?

Irmã... não sejamos violentas umas com as outras...
Sabes que são momentos que aquilo é passageiro...

Epah, dá-me-a lá

As tuas mãos de princesa ficariam recentidas irmã...
Espera até estares bem, sã
Ai ponderarás!

Oh irmã, é para o bem dela, ela está tão triste,
Dá-lhe o descanso que merece
É só para ela adormecer... Tu poderias meditar
Eu poderia ter a minha amada calma!
Oh mana, por favor... Não te custa...
E tu crias os teus principios... é sou para ela tirar umas férias...

Muito bem... Que assim seja
Mas ela vai voltar...

Que volte, que volte, quando voltar
Teremos tudo o que deseja....

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D