Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

18
Set08

Encanto

Sara Oriana

Vivo neste doce encantamento

Nesta outra vida, que pensei nunca vir a ser minha

Neste outro mundo, em que muitos querem viver

Aproveitando tudo, cada momento

Temendo voltar a ser sozinha

Desejando para toda a eternidade te ter...

 

Tu que me alegras quando estou triste,

Que me acalmas

Que me agarras

E me beijas, tornas tão fabuloso amar-te

Tu que eu admiro,

Tu que eu respeito,

Tu que eu amo

 

Completas-me em todas as maneiras

És quem me faz sorrir, quem me impede de chorar

Tu és aquele que quebrou todas as minhas barreiras

O único que me ensinou o que era amar...

14
Set08

Sorte

Sara Oriana

Quantas pessoas podem dizer:

 

Eu cabecei-o em todas as portas,

Encalho em todas as quinas,

Tropeço em todas as pedras,

Caio em todas as partidas,

Apanho duches de pneus de carros,

Deixo as chaves dentro de casa,

Derramo tudo,

Tudo me salta das mãos,

Faço pinturas não propositadas nas roupas,

Quase que incendio a casa,

Perco tudo o que são transportes publicos...

Tenho de ir para longe, quando amo e sou amada...

 

Mas digo, sou a rapariga mais abençoada.

03
Set08

Aurora

Sara Oriana

E de vez largo o negro, como um véu que cobriu a minha vida...

Mas não mais!

Quero tudo o que o mundo tem de bom

Quero viver cada gota alguma vez sentida

Quero sentir cada rajada, ouvir cada som

Quero ser mais do que alguma vez fui

 

E deixem-me hoje largar os meus fantasmas

Deixem-me hoje abusar de todas as palavras

Deixem-me hoje ser livre!

Livre... livre como um pássaro que voa!

Livre na simplicidade de se ser livre

Da invisibilidade que é ser livre...

 

E hoje é melhor ainda do que ser simplesmente livre

Hoje estou livre de mim!

Do meu salão escuro, das minhas mágoas

De todos os cacos todas as lágrimas

Hoje quero tudo isso fora, por fim!

 

Hoje não tenho medos, aborrece-me tê-los, mandai-os fora!

Hoje sou a minha própria aurora!

 

E tu, tu que me fazes brilhar,

Que me livras-te de mim

Que me amas e me fazes amar

Obrigada

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D