Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

Simples Poemas

Este blog é um local onde partilho os poemas que vou criando, faço-o por puro prazer e diversão. Posto um pouco de tudo, principalmente acerca de sentimentos, emoções e momentos.

23
Mar07

Farta

Sara Oriana
Estou tão farta de me lamentar
De nada desejar
De nada fazer
De nada viver

Levo com medo das repercurssões
Mas não será esse o preço
Para cantar verdadeiras canções?

O sol brilha lá fora e eu aqui
Simplesmente caida em mim
Sem rir, nem chorar
Sem sentir, sem sonhar!!!

Mas quem sou eu então?
Estou farta de não ter nenhuma sensação!

Sei falar, isso sei
Sei me lamentar, Não faço outra coisa
Sei respirar, E sempre pensei...
Sei sofrer, Sou muito caprichosa
Sei pedir, Mas será que serei capaz de dar algo?

Tenho-me a mim e a mim mesma...
Queixo-me de tudo
Mas que sisma!!!
Embirrei em queixar-me do mundo
E continuo a ser nova, demasiado nova
Sou uma criança...
Mas tendo sido tão esperançosa,
E sendo-o de algum modo
Tracei o meu prório fado
E teimei em seguir por ele

Mas que marcha tão respeitosa e solene!...
Tento ser grande ao ser pequena
Sorrio mas fico na mesma
E vejão então a ignorancia
Fasso-o por mim, mas queixo-me pelos outros
Deus me dê paciencia
E a sensatez, de quem não sei
Mas não interessa! Assim jamais viverei!!
14
Mar07

A poesia fria

Sara Oriana
Gostava de fazer uma poesia doce
Algo que descreve-se algo feliz
Nada demasiado precoce
Mas nunca passará do fruto de um aprendiz
Queria algo que soubesse a mel
Que desse a sensação do veludo
O calor do fogo, a docura de um beijo
Que fizesse sonhar
Que desse liberdade de voar
Mas com amparo e docura
Sem nenhuma amargura
Gostava de ter o poder de escrever
E fazer os outros sentir
Algo que fosse tão intenso e suave
Algo no qual me podesse esprimir
E mostrar o quão belo é o sol do fim da tarde
Ou mesmo o quão doce é o momento
Poder usar todas as palavras que tiver
Palavras essas que nada iriam perder
Do encanto e da beleza, de uma bela poesia
Era o que me apetecia
Mas aqui estou com simples palavras que não passam disso
Mas que será então perciso?
Arte, a simples arte, da qual não partilho...
Posso falar e falar escrever e escrever,
Mas nada irei dar nem perder...

 

13
Mar07

Nada

Sara Oriana
Estou aqui,
Mas aqui não há nada
Não me perdi
Estou aqui calada
Que dizer?
Não estou rodeada de nada
Nem de nada nem de coisa nenhuma
Que poderei fazer?
Mas o que é isto, esta ausencia de tudo?
Não e preto nem branco
Nem nada existente no mundo
Não é um beco
Não é uma saida
Não tem cor
Nem cheiro 
Nem sabor
Não ha amor
Nem dor
Nem odio
Não há nada...
Apenas um silencio ausente
Mas mesmo assim tão presente
Apenas um sentimento perdido
Mas mesmo assim muito querido
Apenas um toque permanente
Mas mesmo assim inesistente
Apenas um sonho esquecido
Mas mesmo assim tão profundo
Apenas um beijo roubado
Mas mesmo assim tão desejado
Apenas o tudo
Que no fim não é nada
Um vazio...uma ausencia...
Simplesmente...o Nada

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2006
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D